Dois mil e nove

11 01 2009

Ano novo, vida nova! Pois é pessoal, um novo ano está começando agora e não há época melhor para repensar em tudo que aconteceu em 2008.

fireworks

Não sei quanto à vocês, mas pra mim, 2008 foi um ano de mudanças. E mudanças boas! Foi o ano que eu desencalhei nessa cidade, passei por uma cirurgia, consegui meu primeiro emprego (e não estágio)! O ano em que eu  comecei a ganhar meu próprio dinheiro para poder comprar as minhas próprias coisas (que eu sempre desejei ter). O Home Theater, o Nintendo DS e, finalmente, o computador novo são excelentes exemplos do que eu quis dizer com isso!

Mas 2008 não foi bom só para o lado financeiro, mas também para o lado da faculdade. Era meu segundo ano na faculdade… No primeiro, eu ainda estava naquele clima “pós-escola pública”, meio relaxado, querendo nada com nada… Tanto que tomei uma DP na cara e percebi como isso pode ser horroroso no futuro. Sofri nesse segundo ano a mais, por causa da DP, afinal eu tinha que estudar para mais provas e era um tempo em que eu poderia estar estudando para as provas das matérias que realmente eram do segundo ano, mas, felizmente, me livrei dela! Não só dela, como de todas as matérias do ano todo! Agora não devo mais matéria nenhuma pra faculdade e alcancei o resto da minha turma! Acreditem, isso tira um peso e tanto das costas…

2008 também trouxe novas amizades, e além delas, firmou ainda mais as amizades que já existiam. São tantos amigos que eu posso pensar (e dou graças a Deus por isso) que eu não sei se vão todos caber aqui. Se você, meu amigo, estiver lendo isso aqui e por acaso não ver o seu nome no meio, não se desespere! Ao invés disso, bote a culpa em mim que resolveu escrever isso às 4h30 da manhã de um domingo morrendo de sono e não teve tempo (nem forças) pra pensar direito…

  • Ao Ariel e ao (oi Zé!) que, mesmo eu tendo visto vocês pouquíssimas vezes nesse ano que se passou (e o Zé praticamente nenhuma, hehe), sempre estarão presentes em qualquer lugar que seja! Sinto saudades dos dias que nós, os Patos, saíamos para o 510 comer aqueeeele rodízio de pizza, mas eu sei que, não importa quando, é só marcar de novo que estaremos todos lá de novo!
  • À Fernanda e à Vanessa que, mesmo eu tendo visto menos ainda, ainda não consigo ficar um dia sequer sem pensar em vocês. São de vocês que vêm as melhores lembranças do Costa Manso, inesquecíveis, impagáveis, e que me fizeram crescer tanto!
  • Ao Maurício e ao Danilo, que, entre risadas, lutaram tanto ao meu lado pelas boas notas obtidas nesse ano, varando noite atrás de noite aqui em casa, ou em qualquer outro lugar! E depois, ao Amaury, o Pedro e até a Mariângela que juntaram e estudaram juntos também!
  • Aproveitando que falo do pessoal da faculdade, ao Vinícius, à Nicole, ao Bauru, ao Pigossi, e mais umas tantas pessoas do curso de Engenharia da Computação que se tornaram importantes esse ano pra mim, e que acabou rendendo boas risadas e uma excelente amizade na inesquecível viagem bate-volta pra Curitiba!
  • À Mariana, sem qual eu perderia boas tardes da minha vida sem fazer nada! Nunca conversei tanto com uma pessoa de tão longe em tão pouco tempo! Sempre alegre e sempre sorrindo, sempre me dava uma força a mais pra encarar o resto do dia de cabeça erguida!
  • E principalmente, à minha família, sem a qual eu não estaria aqui, não ficaria aqui e não me aguentaria aqui. Nos momentos altos e nos momentos baixos, sempre estavam presentes. Meu eterno agradecimento!

Eu consigo pensar em tanta gente mais pra agradecer, mas essas foram as que mais fizeram por mim esse ano! Meu muito obrigado à todas elas, e também para aquelas que não foram citadas, mas ainda assim, fizeram (e ainda fazem) parte da minha vida de alguma forma e que sempre terão um espaço aqui dentro.

No mais, um excelente ano pra todos, cheio de conquistas e vitórias! Muita alegria e felicidade! Que 2009 seja melhor que 2008, e que venham as surpresas! 😉

dia25 014





Advance Wars – Days of Ruin [Review]

13 09 2008

Pois é, me empolguei pra escrever, e pra variar um pouco dos assuntos estudo/trabalho, vou fazer um mini-review de um jogo pra Nintendo DS. Por quê? Porque eu quero, oras! 😉

Pra quem não sabe, eu recentemente comprei um Nintendo DS, e foi uma das melhores compras que fiz até hoje e que valeu (e está valendo) cada centavo! Como não podia deixar de ser, fui em busca dos melhores e mais comentados jogos desse portátil. Alguns eu me desapontei, outros não, mas tiveram aqueles poucos que realmente chamaram a minha atenção e sempre vão ter um lugarzinho reservado pra eles aqui no DS. Um deles é Advance Wars – Days of Ruin.

Advance Wars - Days of Ruin

Na verdade, esse jogo possui dois nomes, devido às diferenças entre as versões européia e americana. O que eu tenho se chama Advance Wars – Dark Conflict, mas essencialmente é a mesma coisa. O que eu pude reparar é que em um o protagonista se chama Will, mas no meu se chama Ed. Enfim…

Pra quem (como eu) jogou algum Advance Wars para GBA, já sabe exatamente do que se trata. Pra quem não sabe, é um jogo de estratégia em turnos, baseado em guerra (guerra normal, com tanques e infantaria, e não guerras futurísticas e interplanetárias, com Megazords e robôs gigantescos). Você controla suas unidades em um grid na tela, movimenta até determinado lugar e ataca, se houver alguma unidade inimiga no quadrado adjacente. Simples não? Nem tanto, pois é aí que entra a mágica de Advance Wars!

Intro

Logo ao ligar o jogo no seu DS você irá se deparar com uma tela de título. E que tela de título! Eu desacreditei que o DS conseguia reproduzir imagens tão nítidas. Nunca tinha visto uma tão nítida antes… Sem contar o toque de mestre: uma névoa em alpha ao fundo que conseguiu chamar minha atenção. Consegui perder alguns segundos só olhando pra essa tela. E como bom adorador de trilhas-sonoras que sou, não pude deixar de notar no tema da tela de título. Chamativo. Vou falar da trilha-sonora mais pra frente, pois agora eu quero mesmo é jogar, então vamos lá!

Iniciando um jogo novo, me aparece a introdução. Não sou daqueles que pula a introdução, eu prefiro assistir e entender o que se passa no jogo, então eu assisti. E com algumas imagens passando no fundo, igualmente nítidas e detalhadas, lê-se o seguinte texto:

 

 

Our world is destroyed…

After the meteors struck…
…the land blazed…
…the earth shook…
…the oceans boiled…
90% of mankind is gone…

Dust covers the earth,
blotting out all traces
of sunlight…

What will come next?
No one can answer that…

But among the destruction,
there are survivors…

Nosso mundo está destruído…

Depois que os meteoros caíram…
…o mundo queimou…
…a terra tremeu…
…os oceanos ebuliram…
90% da raça humana se foi…

Pó cobre a terra,
tirando todos os rastros
da luz do sol…

O que virá a seguir?
Ninguém pode responder…

Mas entre a destruição,
existem sobreviventes…

Beleza, Advance Wars com tema pós-apocalíptico! Entro na primeira missão e… surpresa… O jogo cresceu! Advance Wars está adulto, e não mais com o visual bonitinho que possuia nas versões anteriores.

In-game

As unidades estão mais bem desenhadas e, olhe só, informações mais precisas e detalhadas graças às duas telas do DS! No GBA era um pé no saco ver quais eram as unidades que aquele seu tanquezinho conseguia destruir mais facilmente e quais ele era mais vulnerável, mas agora, a tela de cima é usada para automaticamente mostrar todas essas informações! Maravilha! 😀

Para os jogadores que não são de primeira viagem, a jogabilidade continua a mesma, então já pode ir metendo o pau no inimigo usando as mesmas estratégias dos jogos antigos… Ou quase todas… Algumas unidades mudaram, outra novas surgiram (incluindo um tanque absurdamente gigante e uma unidade anti-tanque terrestre, por exemplo), mas de resto, é o mesmo! Para os iniciantes, é sempre bom seguir a linha de tutorial das primeiras missões para não se perder e ir testando cada ação para saber exatamente o que ela faz. Não são muitas, e logo, tudo acaba virando um hábito e você estará dizimando as forças inimigas com uma mão nas costas (literalmente, já que você só precisa de uma mão mesmo pra segurar a stylus 😉 )!

Batalha

O que chama a atenção mesmo ao jogar Advance Wars são as animações quando você manda atacar uma unidade inimiga. Duram normalmente de 3 a 5 segundos, mas acredite, é o toque especial de Advance Wars! Na tela ao lado por exemplo, você, unidade vermelha, resolveu usar uma unidade anti-ar para detonar alguns helicópteros inimigos. Sábia escolha, eles não tem chance alguma! Como na versão de GBA, é mostrada na tela uma versão maior de suas unidades de fato atirando e explodindo unidades inimigas. Mas no DS a tela não precisa ser dividida. Uma tela é usada para cada lado, e isso foi uma melhoria animal! Além de mais espaço para os gráficos extremamente bem desenhados de Advance Wars se matarem, realmente parece que as duas telas estão se interagindo! 😀

Agora, se você acha que a inteligência artificial do jogo não é uma das melhores (e, de fato, apresenta pouco desafio), que tal botar suas habilidades à prova jogando contra outra pessoa? É isso aí, Advance Wars agora suporta jogatinas online via Nintendo Wi-Fi Connection (NWC) e, inclusive, troca de mapas! Sim, o editor de mapas está presente e melhor do que nunca, graças às possibilidades da tela de toque do DS. Você pode fazer o download de mapas aleatórios, ou mapas recomendados (a.k.a. os mais baixados) e, com bastante espaço pra gravar trocentos mapas, é fácil ficar o dia todo só baixando eles pra ir jogar com os amigos. Falando nisso, o modo de jogo de um único DS está presente, onde os jogadores vão passando o DS de mão em mão e realizando seu turno.

Batalha!

Falei tudo? Não, falta uma coisa, e que, pra mim, é de extrema importância: a trilha-sonora. E, cara… Está simplesmente ANIMAL! Sério, palmas para o compositor, conseguiu fazer um belíssimo trabalho! As músicas são muito boas, são viciantes, são perfeitas! Conseguem prender o jogador no seu turno, e, adicione isso ao estilo de jogo pós-apocalíptico com gráficos extremamente nítidos e bem detalhados, e você têm uma máquina de imersão absurda onde a próxima missão é sempre “a última antes de ir jantar“.

Palmas para a Intelligent Systems, que conseguiu não só manter a mágica de Advance Wars, mas também melhorá-la incrivelmente, fazendo deste título um dos melhores de estratégia para Nintendo DS. Depois com o meu desapontamento com Age of Empires pra DS (nojento, por falta de palavra melhor), um bom jogo de estratégia veio a calhar. Se você tem um DS nas mãos, mas nunca jogou Advance Wars, dê uma chance pra ele e eu garanto que você não vai se decepcionar! Se você não tem, tente pegar a ROM por um dia junto com um emulador. O jogo não possui elementos tridimensionais, então qualquer computador bom deve rodar sem problemas!

Fiquem aí com a música que estou ouvindo agora, que por acaso é do jogo, e sintam o gosto da melhor trilha-sonora de Advance Wars já feita!


Não abriu? Download aqui. (Música 1)





Viagem ao Sul

16 08 2008

[2h17] Escrevo esse post diretamente do meu Nintendo DS, de dentro do ônibus, no Paraná, em direção à São José dos Pinhais! Agora são mais de 2h da manhã, luzes apagadas, pessoal dormindo. Meus primeiros instantes em terras vermelhas, no Sul de nosso País!

Bons momentos até agora, nada a reclamar! Foi interessante ver o mapa do Estado do Paraná pregado na parede do posto da primeira parada da viagem e ficar sabendo que eu já havia deixado São Paulo pra trás. E, de quebra, ainda descobri que tinha uma garota aqui dentro do ônibus que estava com um Nintendo DS! Aí, já viram, né: altas jogatinas Wireless dentro do busão! Mario Kart DS e Elite Beat Agents dominando!

Esse post vai ser dividido em horários, então vocês poderão ficar sabendo de tudo o que aconteceu e quando!

E, com a chuva gelada batendo na janela do meu lado, eu pego no sono e me preparo para um dia que promete ser sensacional! 😀

[4h29] Segunda parada. Peguei uma horinha de sono, mas nada de mais… A maior parte do tempo eu estava acordado vendo as luzes das cidades passarem ou só contando os pingos na janela. A chuva diminuiu, mas não parou.

Uma cena engraçada no ônibus: um sujeito dormindo com uma manta cobrindo até a cabeça, assemelhando-se a um casulo! Naturalmente, uma foto para eternizar esse momento! 😛

[7h32] De manhã, sinais de civilização! Uma cidade cheia de indústrias! E eu realmente digo CHEIA! Pra qualquer lado que olho não vejo sinais de prédios, somente indústrias e fábricas! Pelo menos, assim é São José dos Pinhais à primeira vista.

O horário de chegada na Teikon é por volta das 8h00, então devemos estar chegando! 😀

[8h45] Dentro da Teikon! Parece enorme! Agora estamos aqui tendo uma palestra sobre a empresa! Show!

[9h04] Café da manhã na empresa, que beleza! Com direito a bolachas e sucos! Agora começa o tour! Vamos lá!

[10h13] Vixe, fomos divididos em duas turmas e eu acabei ficando na segunda! Agora tem que esperar a primeira turma… 😛 Enquanto isso, só zueira! 😀

[12h30] Saímos da Teikon! A empresa é show mesmo e eu sempre quis saber como eram feitas as placas de computador! Mas agora estamos em Curitiba! Mais precisamente no Jardim Botânico! O lugar é realmente lindo, muito bonito! Parece até lugar de filme! Fontes, pedras, flores, realmente muito bonito mesmo! Uma pena que eu não tenha câmera digital pra tirar foto… 😛 Mas meus amigos têm, então eu posto elas depois!

[14h56] Ahh, churrascaria! Meio simplezona, mas era uma churrascaria! E agora, devidamente almoçados, estamos todos voltando pra Lins! Uma viagem de 10 horas vem pela frente, então os DSs serão uma boa distração, hehe…

[0h31] Finalmente, em casa! Agora, digitando pelo computador (bem melhor do que o teclado on-screen do DS) já que a bateria do DS acabou faltando uma hora pra chegar em Lins! Sim, ele fez seu milagre e durou impressionantes 15 horas de jogatina com direito a Wi-Fi! Agora, uma carga completa de 3 horas! Beleza, não? 😉

Pois é, como vocês perceberam, dia cheio, muitas horas na estrada e muita diversão! A melhor parte do percurso da viagem foi, de longe, quando resolvemos imitar os professores da faculdade! Hilário, muito bom!!! E sem contar as músicas estilo “Fulano roubou pão na casa do João”, clássicas de qualquer viagem! 😀

Agora, preciso jantar, descansar e dormir! Um beijo na bunda, até segunda!





Finalmente, pra fora!

14 08 2008

Querido diário,
Queridos leitores,

Antes de tudo, maiores perdões pela falta de posts e atividade aqui no blog/MSN/GTalk/qualquer coisa internet-related… Volta às aulas, volta à correria, sabe como é… 😛

Mas é com grande prazer que informo que estarei viajando amanhã para o Paraná! É isso mesmo! Nunca saí da região Sudeste do Brasil, e depois de 19 anos e meio, finalmente vou pisar em terras diferentes, terras vermelhas! A viagem é rápida, ida e volta, excursão do meu curso da faculdade: vou na quinta (amanhã) de noite e volto na sexta de noite também! O problema é a duração da viagem: mais de 8 horas, são mais de 700km de estrada daqui de Lins… Quem mandou morar longe… Mas sem problemas, estou acostumado com viagens longas! 😀

No mais, foi um post só pra dar aquele sinal de vida e dizer que estou bem, feliz e contente! 😀 Só um pouco nervoso/preocupado com faculdade/provas/projetos/exercícios/trabalhos/etc, mas nada muito sério até agora!

E aliás… Nintendo DS firme e forte, fazendo valer cada centavo! Alguém querendo trocar Friend Code aí? 😉

Um beijão pra todos vocês! Grandes saudades, enormes abraços!





Consegui!

31 07 2008

Pois é, pessoal! Consegui, finalmente, comprar meu tão aguardado Nintendo DS! 😉

nds

Foi tão lindo quando eu vi essa caixa minha mão! *-* E caracas, como ele faz milagres!!!

Os jogos são simplesmente phodásticos! Só pra citar alguns dos melhores (na minha opinião): Elite Beat Agents, Mario & Luigi: Partners in Time, Trauma Center: Under The Knife 2, Kirby Canvas Curse, The Legend of Zelda: Phantom Hourglass, Metroid Prime Hunters, Rayman Raving Rabbids 2 e muitos outros mais!

E a bateria dura, hein… Conseguiu agüentar a viagem São Paulo > Araraquara > Lins inteirinha sem acender a luz vermelha (que indica que a bateria está nos seus últimos 30%) e com o nível da luz de fundo no máximo! Maravilha! 😀

nintendo_ds_covalt_black_lapiz

Agora, o próximo passo é comprar um roteador sem-fio! Hahaha! 🙂 Aí sim a coisa vai andar com jogatinas online! Falando nisso, quem quiser trocar Friend Codes, só avisar/mandar mail/deixar comentário! Os jogos que eu já possuo Friend Codes são Metroid Prime Hunters e Mario Kart DS! Os outros só vou conseguir quando pegar um roteador! Fiquem no aguardo! 😉

Um beijo à todos! 😀