É Natal!

24 12 2007

Fala pessoal! Quanto tempo, não? As coisas estão corridas aqui, não estou parando em casa direito ultimamente, vivo saindo! Cada hora estou num lugar! Acho isso ótimo, pois as férias foram feitas pra você sair e se divertir, não?

Na última sexta-feira eu fui no Shopping Morumbi e lá eu me encontrei com uma BIG galera insubstitutível! Estavam: Cris, Katy, Ariel, Zé, Yuri (durante umas poucas horas só), Marina (amiga da Cris, já tinha visto ela em algum lugar antes) e a Bruna (irmã da Cris que chegou depois)! E foi ótimo! Rimos, comemos, nos divertimos e zuamos! Quer coisa melhor? 😉

E agora estou aqui, madrugada da véspera de Natal, data linda maravilhosa, onde ganhamos muitos presentes (e damos alguns também, claro) e temos todo aquele conforto de sempre e um jantar magnífico! Época de festa é uma beleza, não?

Já sei o que vou ganhar de Natal e alguns presentes até já ganhei antecipadamente, mas como eu quero manter o espírito natalino eu não vou postar aqui o que eu ganhei até o dia 25! 😉

Fiquem aí com o Papai Noel que foi dominado pelo capitalismo/consumismo!
Papai Noel Malvado

Brincadeira, brincadeira… Natal é uma coisa legal, então fiquem com uma imagem bonitinha! =D
Papai Noel





Re-estreiando

13 12 2007

Como diria nosso amigo Mario: “I’m-a back!”

Pois é pessoal, estou de volta à todo vapor! E bota vapor nisso!
Cheguei em São Paulo e as coisas já estão começando a melhorar pro meu lado! Cheguei na segunda e na terça já me encontrei com o Ariel e a Katy para enviarmos o inesquecível Dreamcast para o Guto, que tenho certeza de que também irá concordar com esse adjetivo. Até hoje não vi um vídeo-game tão versátil quando o Dreamcast. E não estou falando apenas de jogos, mas sim de tudo o que esse console faz, é uma beleza, foi uma revolução! Você pode transformá-lo em quase um mini-PC pessoal, uma mão na roda nas horas que você mais precisa! Mas enfim, continuando…

E hoje, terça-feira (não levando em consideração que já são 3h da manhã da quarta-feira), me encontrei com ela… Sim, ela… Ela que anda mudando a minha vida já faz mais de um mês… Pois nós dois juntos nos completamos: eu a fiz acreditar que ainda existe um pouco de conto de fadas no amor, e ela me fez encontrá-lo. Sim meus senhores e minhas senhoras, depois de um ano e meio de espera, estou, finalmente, namorando!

E o dia foi simplesmente perfeito… O encontro que eu tanto sonhei, que eu tanto desejei… ali, acontecendo, inacreditável… Nenhuma palavra pode descrever a sensação que se sente na hora… Apenas o fato de estar ali, estar presente, sentir a presença da pessoa que amamos, saber que é real… E ainda da forma que sempre sonhamos? Não tem sensação melhor… Pois o dia 12/12 vai entrar pra história como o dia que eu encontrei aquele pedaço de conto de fadas que faltava na minha vida, o dia que eu acreditei que tudo é possível, o dia que eu senti uma das maiores felicidades que alguém pode sentir…

E claro, de quebra tinha que acontecer alguma coisa inesperada… Encontrei o Zé no shopping! Coisa de louco, que mundo pequeno! Oi Zé! De quebra agora você já conheceu a Nayara! (And in reverse)

Agora, devo ir dormir, já é tarde e estou aqui escutando o CD de músicas que a Nayara me deu de presente… E hoje, podem ter certeza, vou dormir bem. Algo de bom tinha que acontecer nesse final de ano, não? 😉

Fiquem com a letra de uma musica que eu nunca poderia sonhar em colocar aqui… (alguns amigos meus vão me bater ao ver isso aqui… XD)

 

Quando Eu Te Encontrar
Biquíni Cavadão

Eu já sei o que meus olhos vão querer
Quando eu te encontrar
Impedidos de te ver
Vão querer chorar
Um riso incontido
Perdido em algum lugar
Felicidade que transborda
Parece não querer parar
Não quer parar
Não vai parar

Eu já sei o que meus lábios vão querer
Quando eu te encontrar
Molhados de prazer
Vão querer beijar
E o que na vida não se cansa
De se apresentar
Por ser lugar comum
Deixamos de extravazar, de demonstrar

Nunca me disseram o que devo fazer
Quando a saudade acorda
A beleza que faz sofrer
Nunca me disseram como devo proceder
Chorar, beijar, te abraçar, é isso que quero fazer
É isso que quero dizer

Eu já sei o que meus braços vão querer
Quando eu te encontrar
Na forma de um “C”
Vão te abraçar
Um abraço apertado
Pra você não escapar
Se você foge me faz crer
Que o mundo pode acabar, vai acabar





Aviso

10 12 2007

Atenção leitores!

Os posts acima desta linha pertencem ao novo domínio, o do WordPress!
———-
Os posts abaixo desta linha foram escritos no antigo domínio, o do Blogger!

Nota: apenas os melhores posts foram importados para o WordPress.





Estou perdendo algo?

1 12 2007

Sabe algo que eu freqüentemente sinto quando estou navegando pelo Orkut e vendo as fotos dos meus amigos? Sinto que eu estou perdendo algumas coisas… Ao ver todo mundo saindo e tirando fotos juntos, o pessoal que eu conheço há anos se divertindo, eu penso que eu poderia estar lá, me divertindo com eles… Da um certo aperto saber que, enquanto estão todos em São Paulo, eu estou aqui confinado numa cidadezinha do interior…

Claro, confinado não é a palavra certa, já que eu não me sinto preso nem nada… E eu gosto daqui, apesar de tudo isso, mas o problema é que eu estou longe, e isso não é legal… Eu sei que tenho ótimos amigos lá em São Paulo e que, se eu estivesse por lá, eles me chamariam pra nos divertimos juntos… Mas vamos ser realistas: eu não estou, então o que pode ser feito?

Sim, existe uma coisa… Passar logo de ano, não ficar enrolando com as DPs e ser rápido! Quanto mais rápido eu acabar o que tenho pra fazer em Lins, mais cedo eu chego em São Paulo! E já avisei pra todo mundo que nós vamos sair como se não houvesse amanhã!

É… uma das desvantagens de morar longe… =/

@ Silverchair – The Greatest View

Get this widget | Track details | eSnips Social DNA