Internet, aleluia!

4 10 2007

Finalmente! Comprei um modem novo (e um filtro de linha também, claro =P)! Agora ninguém me segura! ò.Ó

Pois bem, vamos às novidades! Fiz a prova de Geometria Analítica! E estava mais fácil do que eu pensava, acho que consegui tirar um nove! A prova estava, como era de se esperar, enorme, e eu terminei tudo em cima da hora, foi uma correria doida… E a falta de folha então? Nossa senhora! Caiu um exercício de translação e rotação e esse tipo de exercício é gigantesco! Só ele ocupa duas folhas, e eu só tinha duas folhas pra fazer a prova toda!!! Você já deve ter visto que houve uma certa economia de espaço… Contas amontoadas, setinhas apontando a direção do exercício, contas fora das margens… Até tive que usar a parte de trás da própria folha da prova, credo! Pra vocês terem uma idéia, aí vão alguns links de um típico exercício de duas folhas:

Exercício 1
Páginas: 1 2 3 4

Exercício 2
Páginas: 1 2 3 4

É, pois é… enorme… Fácil, porém trabalhoso… Mas eu consegui! Acho que foi uma das melhores provas que fiz até hoje (tirando as de Fundamentos da Computação que é um dez na certa ;D)!

Ah, e outra! Falando em provas, saiu minha nota de Cálculo! Eu prometi pra mim mesmo que iria tirar um oito nessa prova… Pois foi quase! Tirei 7,8! Viva!!! Hahaha! E também recebi a prova de Laboratório de Física! Fechei com 7,6… Errei um exercício da prova e isso me custou quase 5 pontos dela! ARGH! >_<

E eu estou oficialmente no blog Vida Universitária! O Rafael (editor) gostou do meu jeito de escrever e me chamou pra escrever lá! O Zé desacreditou, né Zé? Oi Zé! AIUehAIEHUHAEUIiuAHEUIEaaUIEA😄
Se quiserem ver meu primeiro post, que é na verdade uma pequena apresentação minha, clique aqui! Claro, esse blog continua de pé, não se preocupem! ;D

Esse fim de semana vou pra São Paulo! Maravilha! =D Mas tenho que admitir que já virou quase uma rotina… No começo era sempre uma expectativa, batia aquela saudade, aquela vontade de voltar pra casa… Mas agora não tem mais essa expectativa. Acabei gostando daqui de Lins mais do que eu pensei que fosse gostar, então ao invés da expectativa de ir, me bate a saudade de deixar… Claro, eu morro de saudades de todos de São Paulo, e por isso eu viajo, mas quando acabo indo pra lá sinto saudades daqui…

Estranho. Minha vida se dividiu em duas. Pois é… Estranho como a gente cresce… Mas o mais estranho é perceber que estamos crescendo… É uma sensação diferente, um aperto no peito, mas um aperto legal de sentir, com um ar de desconhecido… Na verdade, estamos mesmo entrando num mundo desconhecido… Será que só eu percebo isso? Eu acho que não, acho que todos nós sentimos, mas cada um de um jeito… O pessoal que faz faculdade na cidade em que já moram acho que não devem sentir isso que sinto, mas em compensação devem sentir outras coisas que eu deixo de sentir, como por exemplo o fato de ter que pagar a própria faculdade e aprender o real valor do dinheiro… Eu, por exemplo, ainda não sei o real valor do dinheiro… Não pago faculdade (bolsa integral) e não trabalho, mas em compensação eu tenho mais peso nas minhas costas, como o fato de não poder desleixar e pegar DP…

É, uma coisa completa a outra, eu acho… No final todos iremos nos tornar adultos, mas com a diferença que cada um traçou o caminho que achou melhor. Acostumado com escola e ensino médio, com aquele clima que “todos estamos no mesmo lugar e seguindo o mesmo caminho”, e de repente essa sensação se quebra no finalzinho do último ano, quando percebemos que pode ser a última vez que veremos algumas pessoas que ali, na hora, classificamos como amigos inseparáveis. Percebemos também que, saindo da escola, cada um irá seguir sua vida, e não há nada que possamos fazer para evitar isso…

Momentos eternizados é como eu gosto de chamar aquelas fotografias que sempre iremos lembrar, aquelas épocas que não voltam mais, mas que queremos que dure pra sempre, aquelas pessoas que de alguma forma marcaram nossa vida – seja de uma maneira boa ou ruim. Mas, infelizmente, alguns momentos não ficam registrados em fotografias, então só nos resta a memória para guardá-los. E são muitos – felizes ou tristes: O inesquecível dia que nos deixaram: uma coisa que ninguém acreditava que poderia acontecer, um aviso no mural, um dia de luto – o pior dia de todos os 3 anos de ensino médio que eu poderia me lembrar. Mas também, aquele outro dia inesquecível: quando a Fernanda voltou pra escola, berros na rua, um abraço improvisado, seguido então de uma surpresa geral: ela não estava mais na mesma sala que eu… Mas foi uma tristeza que em breve iria ser transformada na mais completa alegria, com as perfeitas amizades que iriam brotar após isso. Se não fosse por esse fato, o marcador “Vanessa” não iria aparecer no final desse post…😉

Saudades, momentos eternizados… Para relembrar e exemplificar tudo isso, nada melhor que uma das mais perfeitas fotos que tenho no computador, foto essa que pode arrancar lágrimas dos mais sensíveis:


(clique para ampliar)

É o tipo de coisa que costumo refletir de vez em quando, relembrar os melhores momentos…
É a vida de um universitário

@ Colors – Crossfade

Desculpem o post enorme, mas eu avisei que quando conseguisse um modem eu iria postar bastante coisa ;D
Eu adoraria se vocês comentassem… =)


Ações

Information

2 responses

4 10 2007

Mano, sem palavras para as suas palavras…tá lindo ç.ç

3 11 2009
fernanda

Poxa HQ, usar essa foto é covardia! ta lindo o post!
quase me fez chorar! ^^ te amo amizade, e vc sabe! saudades!!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: