AMO!

2 08 2007

É pessoas… As férias estão oficialmente no fim. Amanhã eu já estou viajando pra Lins… Vou sair de manhãzinha e chegarei de tarde… E hoje, a Fernanda e a Vanessa apareceram aqui em casa, para minha alegria!!! Me desculpem, mas eu preciso fazer isso…

AAAAAAHHHHHHHHHHHHHHHH!!!!!!!
PUTA MERDA! Como eu amo essas duas!!!!!

Mas vocês não imaginam o QUANTO EU AMO essas duas garotas… Eu não tenho idéia do que eu seria sem elas… Tudo o que passamos juntos, o que fizemos, o que deixamos de fazer, o que ainda fazemos, o que sentimos, o que dizemos, as coisas que nos fazem lembrar uns dos outros, os lugares, os momentos, as ações, as frases, as palavras, essas palavras! Amo demais, não sei como eu agüento em Lins sem elas, é impossível, dói o peito, não dá, simplesmente não dá! É o amor, coisa inexplicável… Elas são como irmãs pra mim, como família, nós três juntos somos uma grande alegre e feliz família, unida, dando risada, se divertindo, sentindo saudades!

Não, isso não é um momento emo, pois não é um momento triste… Eu sou só um cara que finalmente percebeu as grandes amizades que tem ao seu redor, que finalmente percebeu quanta gente no mundo gosta dele e se importa com ele, e que está extremamente grato e feliz com tudo isso!

Volto pra São Paulo em menos de um mês, para o alistamento militar… E esse mês vai passar rápido, vocês vão ver… Vou voltar a vê-las como se nunca tivesse deixado essa cidade, como se nunca tivesse ido pra Lins, como se nossa amizade nunca tivesse sido abalada! E ela não foi! E também não vai ser a distância que vai nos separar, e sim é ela que vai nos unir mais ainda, nos vai deixar com mais saudades, com mais vontade de voltar a se ver, a se abraçar, a se querer… Eu amo!!!

Perfeito, perfeito… Só tem uma coisa que mata… O maldito aperto no coração! Mas ele passa… É só um momento… Como foi hoje, ao vê-las saindo do prédio, virando a esquina, eu parado no portão, a vontade imensa se sair correndo, agarrá-las de novo, puxar pra perto, não soltar mais, nunca mais… Mas eu sei que essa não vai ser a última vez que verei elas, e sim só por um breve período de tempo… Respirei fundo, segurei as emoções, virei pro outro lado e segui meu caminho, o caminho em direção ao meu futuro… Ao chegar em casa e deitar na cama eu sinto aquele vazio, como se alguma coisa tivesse faltando… Essa coisa são elas duas, nós nos completamos, nos amamos…

Maldita distância que nos separa… Há tanta coisa que faria se num fosse por ela, tanta coisa que já teria feito… Eu só espero que a vida me devolva esses momentos mais tarde, pois eu simplesmente não consigo me ver sem elas… Não consigo…

Frase do momento:
“Pois não é a distância que vai nos separar! Nunca!”


Ações

Information

2 responses

2 08 2007
Rafa

mariido,
isso é ótimo.
eu também me sinto assim quando penso que vou me separar dos meus melhores amigos:/
é realmente muito ruim!
mas está tudo bem; alistamento militar? acho que você não quer ser aceito lá, né? auhsuhauhsuhauh
;**

20 05 2010
Fernanda

Ahhhhh….de novo!

Oque dizer de você? Eu te amo!
E somos irmãos lembra? separados ao nascer! ^^

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: